Impactos da privatização

volta-redonda-informa

Volta Redonda e a CSN.

A opinião pública não é apenas a soma das opiniões privadas, mas um processo dinâmico e interativo no espaço público, no qual a mídia estrutura o discurso de crenças e saberes predominantes da sociedade.

Na pós-privatização da CSN – Companhia Siderúrgica Nacional, em 1997, o desemprego e o aumento da violência dramatizavam a relação dos cidadãos com a cidade. Havia prejuízos no comércio, e enorme preocupação entre os empresários, os sindicatos, as associações e o governo municipal.

A pesquisa teve como missão apurar a relação dos volta-redondenses com a nova realidade e a visão dos empresários, tanto os que permaneceram na cidade, quanto os que transferiram suas empresas para outros municípios. Assim, seria dimensionada a opinião pública real, além dos interesses particulares e o discurso da mídia.

Na época, as vocações e expectativas manifestadas pela população foram entregues ao presidente Fernando Henrique Cardoso pelo CDL da cidade para subsidiarem a implementação de política de integração dos objetivos municipais, estaduais e nacionais visados pela privatização da CSN.